Gilberto Salvador

Artista, arquiteto pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP).

Participou de várias edições da Bienal Internacional de São Paulo, e entre suas principais mostras individuais destacam-se duas exposições no Masp, em 1985 e 1995. Em 1999, a escultura Vôo de Xangô é instalada na Estação Jardim São Paulo da Companhia do Metropolitano de São Paulo – Metrô. Sua obra se caracteriza pela oposição entre gestual e o traço rígido, entre as formas orgânicas e inorgânicas, entre o movimento e o estático. Nelas, as formas vivas, homens, flores e animais dialogam com figuras geométricas.

Como se constata, o artista aprofunda assuntos plásticos e culturais, revendo e criando novas aberturas, tanto para se pensar a atualidade quanto à própria transformação artístico-cultural, renovada em cada etapa. Por outro lado, não se rebela contra a natureza e tem um olhar terno para as diferenças, procurando captar na essência o que encontrou em ato no mundo dado e na cultura construída pelos seres vivos, sejam plantas, animais, ou humanóides. Assim passeia com desenvoltura entre passado e presente, sem estigmatizar um, ou outro, abrindo seu espaço para novas gerações, como antes lhes fizeram os integrantes da geração dos concretistas paulistas, transmitindo-lhes a cultura da geometria geradora, a par do olho produtivo.

As obras abaixo, assim como outras deste artista, estão à venda. Valores sob consulta.